Sem pés nem cabeça. Apenas dedo.

12.00 

Trata-se de ficções breves, criadas a partir das vivências do quotidiano moderno, sejam elas uma imagem, uma palavra, um desejo ou uma fantasia, na maioria das vezes pintalgadas e retocadas sob a perspetiva do absurdo e do humor, mas também do desencanto, se necessário.

REF: P45 Categoria: Etiqueta:
Autor

X