Fulgurações do Silêncio

10.00 

Estes poemas resultaram de desesperadas tentativas para superar situações de angústia e estados de agitação e confusão, gera­do­res de profundos padecimentos que me martirizavam, progressivamente, em longas noites de insónia.

Tentar lateralizar, afastar, e guardar, no subconsciente, a dor sur­da que dilacera a alma, pela perda de entes-queridos que fazem par­te integrante do percurso e experiência vivencial e afetiva, exige um esforço titânico de procura que se prolonga por dias e meses e anos, por toda a vida.

REF: P 7 Categoria: Etiqueta:
Peso 167 g
Dimensões (C x L x A) 150 × 210 × 5 mm
Peso 167 g
Dimensões (C x L x A) 150 × 210 × 5 mm

Também pode gostar…

  • Poesis

    Um Ocidental Acidental

    10.00 
    Pré-visualizar
  • Poesis

    Realidade em Chamas

    10.00 
    Pré-visualizar
  • Pré-visualizar
X