Caminhos do Vento

13.00 

O Francisco nasceu nenhures. E aí viveu. Se existiu, é porque foi nado e crescido no mundo das palavras que, mal se dizem, evolam-se. É que os autores passam a vida a criar mundos. Fazem-no com palavras que lhes emprestam um ar de realidade. Mas é uma ilusão. As palavras então escritas e os mundos assim criados já não são os mesmos quando lidos.

Assim, a imagem do Francisco pode muito bem representar um símbolo, uma geração, uma geografia… à cata de um mundo onde o Homem parece livre, mas acabará manietado por todas as peias geradas pela violência, pela usura, pelo medo. Um mundo onde nem a palavra será motivo de salvação. Porque há palavras que matam melhor do que as balas. E porque em poder da língua se encontram a vida e a morte.

REF: P44 Categoria: Etiquetas: ,
Peso 245 g
Dimensões (C x L x A) 150 × 9 × 230 mm
Autor

Peso 245 g
Dimensões (C x L x A) 150 × 9 × 230 mm
Autor

X