Customer Login

Lost password?

View your shopping cart

Loja

By António Sá Gué

Fermento de Liberdade

Tempos houve, e não estão muito distantes, em que o regime salazarista continuado pelo caetanismo se enraizava na sociedade através de dois fortes espigões. A polícia, que se apelidava de defesa do estado, de longos e sinuosos braços, e por um exército ufanado por um oco prestígio, adormecido, também ele, à sombra do obscurantismo do povo, alfobre dessas duas vértebras que o mantinham erecto.
Esses três princípios, força, medo e obscurantismo, que norteavam a sociedade da época, e que este livro tenta personificar, minaram-na, criaram injustiças profundas, apodreceram-na de tal forma que, de repente, a parede assente nesses valores desprezíveis, ruiu. Desmoronou-se no 25 de Abril.
O Zé Bernardo, transmontano de nascença, transplantado para a ilha do Porto, há-de ser facilmente recrutado pela polícia, e irá vicejar. O Coronel Fontelo, também transmontano, de 48 anos de idade, que presta serviço a um estado leal e nobre, qualidades, que sempre lhe ensinaram a reconhecer, lentamente, vai tomando consciência das invirtudes desse estado, consciência essa obtida em consequência da sua vida familiar.
A Marília, a sua filha, devido ao seu feitio revolucionário vê-se envolvida nas lutas estudantis nos anos 60. É perseguida e refugia-se em França, onde toma contacto com a resistência organizada em Paris. Volta. É nesse regresso que é presa pela PIDE e esse é o leitmotiv para a alma do coronel Fontelo que, perante factos familiares, vai ser tocada pelas injustiças e malvadez do regime e entrará na porta da democracia que se adivinha.

 

14.00 

Palavra

Informação adicional

Peso 443 g
Dimensões (C x L x A) 160 x 230 x 20 mm

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

Product Detail

  • ISBN : 978-989-8342-07-2
  • Idioma : Português
  • Encadernação : Capa Mole
  • Depósito Legal :
  • Páginas : 278
  • Tradutor :
  • Prefácio : Joel Cleto
  • Posfácio :
  • Ilustração :
  • Desenhos :

About The Author

Author

Alimenta um blog desde 2008, intitulado PALAVRAS AO VENTO: http://antoniosague.blogspot.pt/ Tem publicadas as seguintes obras: - As Duas Faces da Moeda; Papiro Editora, Porto, 2007; - Contos dos Montes Ermos; Editora ArtEscrita, Rio Tinto, 2007; 2.ª edição, Lema d’Origem, Valongo, 2010; - Fantasmas de uma Revolução, Papiro Editora, Porto, 2008; - Na intuição do tempo, Lema d’Origem, Valongo, 2009; - Ultreia! Caminho sem Bermas, Lema d'Origem, Valongo, 2010; - Fermento de Liberdade, Lema d'Origem, Valongo, 2011; - Quadros da Transmontaneidade, Lema d'Origem, Porto, 2012; - O MANCO – Entre Deus e o Diabo, Lema d'Origem, Porto, 2013. - Em Busca dos Ser, Lema d'Origem, Porto, 2014. - O Hominídeo Humanizado, Lema d'Origem, Porto, 2015. Além das obras acima identificadas tem publicados os seguintes contos; - Um Rei sem Reino;Papiro Editora, Porto,2008: - O Girassol. Presente para Van Gogh, Papiro Editora, Porto, 2009 - A Alzira, Boletim Cultural da Escola Secundária Camilo Castelo Branco (boletim n.º 17);Vila Real,2011; - No princípio era o verbo, Boletim Cultural da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, (boletim n.º 18), Vila Real, 2012. - O Quadro - Boletim Cultural da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, (boletim n.º 19), Vila Real, 2013.

X